Postmortem de 2018

Postmortem de 2018

Acho que para o blog o ano de 2018 foi tão pouco produtivo quanto em 2017, o que no geral não é algo muito bom. Para minha carreira foi ótimo com o lançamento do jogo que estou trabalhando há 2 anos na Aquiris. Caso esteja curioso, este foi o post do postmortem de 2017.

O que deu certo em 2018

  • Depois de 2 anos trabalhando neste projeto, que estava em desenvolvimento há 3 anos, finalmente lançamos o Looney Tunes World of Mayhem e está sendo um sucesso. E o trabalho não acabou, agora vem a parte de adicionar novas features em um jogo que já tem milhões de jogadores.

  • Descobri uma paixão que estava sempre na minha cara e nunca tinha percebido: correr de kart! Escrevi este post sobre isso, e até consegui um segundo lugar na última corrida do ano.

  • Este ano tirei férias, algo que não fazia desde 2012. Porém, esta foi a primeira vez que eu usei as férias para viajar! Fui para a Nova Zelândia e vistei lugares incríveis, como Hobbiton (foto do post).

  • Pela primeira vez escrevi alguns posts não técnicos como: Falta de foco, Vale a pena trabalhar na indústria de jogos?, e Quanto custa fazer um jogo?.

  • Finalmente consegui gravar vídeos para postar no blog. Apesar de não ter conseguido editar ou melhorar o som, foi um começo pra testar este novo formato de conteúdo.

O que deu errado em 2018

  • Este ano escrevi apenas 22 posts, curiosamente o mesmo número de ano passado. Tive a sensação de ter postado bem menos este ano, principamente por não ter escrito nada nos últimos 2 meses.

  • Não consegui participar de nenhuma das 3 edições do Ludum Dare este ano, e até esqueci de adicionar as datas no meu calendário para tentar me organizar. Ano passado eu falhei tentando participar, este ano nem tentei.

  • Meus projetos pessoais estão mais parados do que nunca. Não tive tempo e, em aluns casos, vontade de fazer algo a respeito.

  • Uma das coisas que tentei fazer diferente este ano foi começar um curso de Machine Learning online. O curso tinha duração de 3 meses mas não consegui manter o ritmo de assistir as aulas e entregar os projetos, então desisti.

  • Apesar de ter conseguido um grande achievement na minha carreira com o lançamento do Looney Tunes, isso me custou não ter tempo livre para muitas coisas. Deixei de sair, ler, fazer atividades físicas e até me alimentar direito.

Planos para 2019

Quando comecei a escrever este post tive facilidade em listar o que deu errado, consegui até pensar em mais do que 5. Porém, demorei bastante para lembrar o que deu certo e quase não consegui 5 itens. Este ano foi complicado, e a única coisa que consegui fazer além de trabalhar foi correr de kart, que se tornou minha válvula de escape da realidade (engraçado não ser um jogo, não?). Minhas férias não foram exatamente para descansar, o que foi muito bom, mas preciso diminuir o ritmo e focar em tudo que deixei de lado em 2018. Minha carreira está indo bem, preciso cuidar do resto agora.

Sempre termino o post listando algumas coisas que quero fazer no próximo ano, e sempre acabo falhando. Desta vez não vou prometer a mim mesmo que vou escrever mais posts ou trabalhar mais nos meus projetos pessoais e me frustar novamente. Mas, este ano o blog faz 10 anos e preciso pensar em alguma maneira de comemorar isso.

Bruno Cicanci

Bruno Cicanci
Desenvolvendo jogos desde 2009.

Quero fazer jogos, e agora?

No final de abril aconteceu a primeira edição do POA Geek Week na PUCRS, que contou com a participação da [Aquiris](https://aquiris.com.b...… Continue lendo