Quero fazer jogos, e agora?

No final de abril aconteceu a primeira edição do POA Geek Week na PUCRS, que contou com a participação da Aquiris. No estande havia um sofá para o pessoal jogar Horizon Chase Turbo, que teve até campeonato, e alguns workshops dos meus colegas de trabalho.

Minha participação no Ludum Dare #44

Depois de não participar das últimas 3 edições do Ludum Dare, decidi tentar fazer um jogo em 48 horas na edição 44. Demorei um pouco pra pensar em uma ideia, e depois de executá-la achei que não ficou bom e decidi não terminar e publicar o jogo na página do evento.

Minha palestra sobre carreira no Senac Porto Alegre

Semana passada realizei uma palestra sobre carreira na indústria de games, com foco em programação de jogos, no Senac de Porto Alegre. Foram 2h conversando e tirando dúvidas sobre como é trabalhar desenvolvendo jogos, foi uma ótima oportunidade de compartilhar minha experiência de quase 9 anos na indústria.

Esta semana começa o Ludum Dare #44

Hoje começa a edição de número 44 da game jam Ludum Dare, uma ótima chance de desenvolver um jogo em um final de semana sozinho ou com amigos e adicionar um projeto em seu portfólio.

10 anos

Quando comecei este blog tinha acabo de me formar em Ciência da Computação e iniciado uma pós-graduação em Produção e Programação de Games. Na época fiquei em dúvida e quase escolhi fazer Engenharia de Software, porém decidi arriscar por que sempre tive interesse em jogos e computação gráfica. Foi uma escolha bem feliz, e 10 anos depois consegui construir minha carreira nesta indústria tão pequena, grande, lenta e rápida - é tudo ao mesmo tempo.

Git e LFS em projetos Unity

No meu post Comparando delegates e Unity Events o leitor Carlos Roger fez um comentário pergutando sobre versionamento de aquivos grandes no Git, e deixou como sugestão um post sobre o assunte. Neste post vou descrever como projetos Unity podem tirar vantagem do Git Large File System (LFS).

Postmortem de 2018

Acho que para o blog o ano de 2018 foi tão pouco produtivo quanto em 2017, o que no geral não é algo muito bom. Para minha carreira foi ótimo com o lançamento do jogo que estou trabalhando há 2 anos na Aquiris. Caso esteja curioso, este foi o post do postmortem de 2017.

Quanto custa fazer um jogo?

Você já se fez essa pergunta? Provavelmente sim, mas acredito sua resposta deve ter sido pensando em um valor monetário. Este é o custo que empresas levam em conta, é o custo divulgado ou vazado pela imprensa quando um grande projeto é finalmente lançado depois de anos em desenvolvimento. Mas esse não é o custo de fazer um jogo, o verdadeiro custo é pago pelo desenvolvedor que dedicou uma parte da sua vida naquele projeto.

Vale a pena trabalhar na indústria de jogos?

Semana passada um dos jogos mais esperados do ano foi lançado, o Red Dead Redemption 2, da Rockstar. Porém, não foi apenas o hype para o título AAA que chamou a atenção, mas também alguns relatos de funcionários da Rockstar a respeito das várias extras horas e finais de semanas trabalhados, além de toda pressão da produção de um jogo desse tamanho. Existem variações em escala, mas este é um assunto recorrente nas empresas de desenvolvimento de jogos no mundo todo. Será que vale a pena trabalhar nesta indústria?

Minha nova inspiração: Kart

No último ano comecei a procurar um hobby que também fosse um esporte, pra fazer algo longe da tela do computador. Fiquei um bom tempo no longboard e comecei a caminhar/correr, mas há poucos meses conheci algo que era muito óbvio pra mim: o kart!