noticias,

Esta semana começa o Ludum Dare #35

Bruno Cicanci Bruno Cicanci Seguir 13 de Abril de 2016 · 2 min de leitura
Esta semana começa o Ludum Dare #35
Compartilhe

Sexta-feira às 22h (horário de Brasilia) começa o Ludum Dare #35, e eu admito que depois de participar das 3 últimas edições acabei ficando “viciado” em no LD, e sempre fico ansioso quando uma nova edição se aproxima.

Neste post sobre o Ludum Dare #33 eu dei algumas dicas, e eu mesmo segui elas nas 3 últimas edições. Desta vez eu vou fazer algumas coisas bem diferentes, e espero que eu consiga terminar o jogo em 48 horas.

Não recomendo, mas vou fazer

  • Utilizar uma game engine que nunca usei: desta vez vou desenvolver o jogo utilizando a Defold, uma game engine nova e que minha experiência foi um tutorial durante esta semana.

  • Pensar grande: nas edições passadas pensei em jogos que eram possíveis em 48 horas, e isso me limitou bastante. Desta vez vou pensar em algo maior do que 48 horas, e me forçar a terminar no prazo.

  • Mais pressão: como quero fazer algo maior e com uma game engine que praticamente não tenho experiência, esta pressão de fazer tudo em 48 horas vai ser maior, e espero que me motive mais.

  • Vou tentar não dormir: escolher jogos que eram possíveis me deram tempo até pra dormir, desta vez acho que não vou ter este luxo ou se tiver será bem curto.

Dicas importantes

  • Escolha a linguagem de programação, framework ou game engine antes de começar e tenha certeza de que tudo está atualizado para não perder tempo esperando downloads.

  • Vai ser necessário criar arte e som, então já se prepare antecipadamente para isso (mesmo que você ache que não vai dar tempo, se prepare pois vai que dá).

  • Se você tem dificuldade em se concentrar, não deixe a TV ligada e evite YouTube, tente ouvir trilha sonoras ou músicas que você gosta.

  • Parece bobo mas planeje como serão suas refeições, e tente não sair pra comer pois isso pode te custar um tempo precioso. No meu caso, já estoquei café.

  • Planeje o que fazer em caso de falta de internet e/ou falta de energia elétrica, é sempre bom ter um plano B e um lugar pra ir (algo tipo Starbucks, por exemplo).

Links interessantes:

Minha participação no Ludum Dare #32

Minha participação no Ludum Dare #33

Minha participação no Ludum Dare #34

Gostou do post?
Como muitos programadores, aprecio um bom café. Se curtiu este conteúdo, que tal me presentear com um café?
Bruno Cicanci
Escrito por Bruno Cicanci Seguir
Bacharel em Ciência da Computação e pós-graduado em Produção e Programação de Jogos. Atuo profissionalmente com desenvolvimento de jogos desde 2010. Já trabalhei na Glu Mobile, Electronic Arts, 2Mundos, Aquiris, e atualmente na Ubisoft em Londres. Escrevo neste blog desde 2009.