jogos,

Minha não participação no Ludum Dare #41

Bruno Cicanci Bruno Cicanci Seguir 17 de Maio de 2018 · 1 min de leitura
Minha não participação no Ludum Dare #41
Compartilhe

Depois de 9 edições do Ludum Dare, 6 em que participei e 3 em que falhei, decidi não participar desta que seria minha décima vez. Mesmo não participando quis escrever este post sobre algumas coisas que queria compartilhar.

O tema desta edição foi Combine 2 Incompatible Genres (Combine 2 gêneros incompatíveis), e pelos jogos que foram desenvolvidos durante o Ludum Dare #41 percebi que mesmo pensando em temas diferentes os participantes conseguiram criar jogos interessantes. Eu pessoalmente não acho que existam gêneros que são incompatíveis, tudo depende da ideia e da execução.

Nas últimas edições do Ludum Dare reparei que alguns temas as vezes se repetem durante as fases finais onde votamos em todas as sugestões, inclusive temas escolhidos em edições anteriores aparecem com a chance de se repetir em uma nova edição. Na minha opinião, temas que já foram usados deveriam ficar de fora das votações.

Acho que depois de tantas edições os participantes acabam sempre colocando as mesmas sugestões, então pra quem participou de algumas delas acaba percebendo que os temas repetem. Não sei se isso é algo ruim, mas acaba um pouco com a criatividade para novos temas. Sei que não combina com o formato do Ludum Dare, mas hoje eu acho que seria mais divertido se o organizado da game jam escolhesse o tema, sem votação. Acho que assim seria algo realmente diferente.

Faz quase 1 mês que terminou o Ludum Dare #41, mas comecei a escrever este post naquela semana e só agora voltei e terminei. Tomara que eu consiga participar da edição #42 daqui alguns meses, e que desta vez eu termine o jogo.

Gostou do post?
Como muitos programadores, aprecio um bom café. Se curtiu este conteúdo, que tal me presentear com um café?
Bruno Cicanci
Escrito por Bruno Cicanci Seguir
Bacharel em Ciência da Computação e pós-graduado em Produção e Programação de Jogos. Atuo profissionalmente com desenvolvimento de jogos desde 2010. Já trabalhei na Glu Mobile, Electronic Arts, 2Mundos, Aquiris, e atualmente na Ubisoft em Londres. Escrevo neste blog desde 2009.