jogos,

Inicio do projeto Final Frontier

Bruno Cicanci Bruno Cicanci Seguir 22 de Junho de 2016 · 2 min de leitura
Inicio do projeto Final Frontier
Compartilhe

Como eu havia comentado neste post decidi começar um novo projeto no meu tempo livre e colocar em um repositório público no GitHub para quem quiser acompanhar o desenvolvimento do jogo em Unity. Este é o primeiro de uma série de posts que vão contar detalhes sobre o desenvolvimento deste projeto, fazendo referências aos posts da série como ser um programador de jogos. Neste post, quero contar um pouco sobre como surgiu a ideia para este projeto e onde quero chegar com ele.

Eu sempre fui um fã de jogos com tema de ficção científica, e entre meus favoritos estão as séries Metroid, Starcraft, Halo, Mass Effect, Endless Space, Star Wars: Knighs of the Old Republic e Destiny. Até nos jogos de tabuleiro tenho essa preferência pelo tema e gosto muito dos jogos Race for the Galaxy, Roll for the Galaxy, Star Trek Catan, Star Realms, e muitos outros que ainda não tenho. E nem preciso falar que sou fã de Star Wars, Star Trek, Doctor Who, Battlestar Galactica e Firefly. Muitos dos meus livros favoritos são dos autores Isaac Asimov e Douglas Adams.

Por causa de todas estas referências acima decidi iniciar o desenvolvimento de um jogo de ficção científica. Ainda não defini como o jogo será, por isso iniciei o desenvolvimento de um playground para explorar ideias. O playground é um pouco diferente de um protótipo por que nele o objetivo é a exploração, e não a validação de uma mecânica ou ideia.

Uma coisa eu já defini: quero que tenha uma nave para o jogador pilotar e que exista combates e exploração no espaço. Por isso, iniciei o projeto com um modelo 3D de nave gratuita que baixei na Asset Store da Unity e fiz ela atirar “bolas de ping-pong” em um cubo, enquanto se move. Como estou explorando a mecânica, os scripts utilizados até agora não foram escritos pensando em serem reutilizados no jogo. Outro detalhe definido é o nome do jogo: Final Frontier; uma referência a Star Trek e minha homenagem ao Leonard Nimoy.

O meu objetivo é desenvolver todo o protótipo do jogo utilizando a Unity e deixando o projeto público no GitHub, por isso todos recursos e plugins utilizados serão sempre gratuitos e com os devidos créditos adicionados. Se eu decidir que vale a pena investir neste projeto provavelmente irei terminar o desenvolvimento do protótipo e iniciar o desenvolvimento do jogo em um repositório particular, mas isto é algo pra se pensar quando o jogo estiver definido e testado. Durante o desenvolvimento do protótipo pretendo também criar e disponibilizar documentos, como o Game Design Document.

Qualquer feedback é sempre bem-vindo! E se você não conhece algumas das minhas referências, recomendo dar uma olhada pois vale muito a pena! Ah, a imagem da capa foi tirada em uma partida de Star Trek Catan, tão bom quanto o jogo original.

Gostou do post?
Como muitos programadores, aprecio um bom café. Se curtiu este conteúdo, que tal me presentear com um café?
Bruno Cicanci
Escrito por Bruno Cicanci Seguir
Bacharel em Ciência da Computação e pós-graduado em Produção e Programação de Jogos. Atuo profissionalmente com desenvolvimento de jogos desde 2010. Já trabalhei na Glu Mobile, Electronic Arts, 2Mundos, Aquiris, e atualmente na Ubisoft em Londres. Escrevo neste blog desde 2009.