como-programar-jogos,

Como ser um programador de jogos: Playground

Bruno Cicanci Bruno Cicanci Seguir 1 de Outubro de 2013 · 1 min de leitura
Como ser um programador de jogos: Playground
Compartilhe

Playground é uma técnica de teste de funcionalidades durante o desenvolvimento de um jogo que muitas empresas grandes utilizam durante a produção de um projeto. Mesmo sendo usado em empresas grandes, é algo bem simples de fazer e ajuda muito!

Em primeiro lugar, o playground não é um protótipo. Só para contextualizar, um protótipo é algo que você faz antes de começar o seu projeto para validar as mecânicas do game design, e depois disso deve ser descartado para poder começar o desenvolvimento do jogo.

Com isso em mente, vamos falar do playground. Isto é, simplesmente, uma fase especial para testar coisas. Esta fase ou tela do jogo é quase como se fosse parte do jogo, porém aqui você pode brincar a vontade para testar funcionalidades ou qualquer outra coisa, antes de implementar na parte principal do jogo.

Eu falei de protótipo primeiro, pois agora vou falar da diferença entre ele e o playground. Tudo que você fizer no seu playground não é um código qualquer, você está desenvolvendo um teste mas utilizando os recursos e classes do seu jogo, e não é por ser teste que deve ser feito de qualquer jeito.

Como o protótipo parte da premissa de ser descartável, você programa de qualquer jeito, pois o importante nele é validar a mecânica do game design. Já no playground, a mecânica do jogo já está definida, você quer apenas testar implementações e situações diferentes do fluxo normal.

Gostou do post?
Como muitos programadores, aprecio um bom café. Se curtiu este conteúdo, que tal me presentear com um café?
Bruno Cicanci
Escrito por Bruno Cicanci Seguir
Bacharel em Ciência da Computação e pós-graduado em Produção e Programação de Jogos. Atuo profissionalmente com desenvolvimento de jogos desde 2010. Já trabalhei na Glu Mobile, Electronic Arts, 2Mundos, Aquiris, e atualmente na Ubisoft em Londres. Escrevo neste blog desde 2009.