como-programar-jogos,

Como ser um programador de jogos: Programar sem ter a arte final

Bruno Cicanci Bruno Cicanci Seguir 23 de Outubro de 2013 · 2 min de leitura
Como ser um programador de jogos: Programar sem ter a arte final
Compartilhe

As vezes aguardamos uma arte para programar uma parte do jogo. O grande problema é que o artista pode demorar, ou você pode nem ter um artista ainda. Nesse caso, vale a pena utilizar imagens provisórias para programar o jogo, mas é importante levar e consideração o tamanho da imagem.

Se você utilizar imagens provisórias, mas com o tamanho correto, quando tiver as artes finais o trabalho será apenas substituir as imagens e acertar pequenos detalhes. Isso ajuda muito a não perder tempo dependendo de outras pessoas, e você pode programar (e testar) todo o game play desta maneira.

Eu fiz isso no meu TCC da pós-graduação, Oniro. Eu ainda não tinha um artista, mas comecei a programar o jogo utilizando imagens provisórios de outros jogos. No final, faltando um mês para entregar o projeto, eu tinha o jogo pronto e consegui um artista. Neste mês final substituí todas as imagens pelas artes finais, e não tive muito trabalha para adaptar as imagens. Mas o melhor disso tudo foi não perder tempo esperando encontrar um artista.

Existe dois sites muito legais que podem ajudar nisso, o Sprite Database, que tem imagens de vários jogos antigos (eu usei muitas imagens desse site para o protótipo), e o 2D Art for Programmers, que tem imagens e também ensina a criar usando Inkscape.

Se você quer arte original e gratuita, o melhor lugar para encontrar é no Open Game Art, pois lá muitos artistas publicam artes para outras pessoas usarem, mas sempre leia sobre a forma de distribuição, alguns artistas colocam restrições e pedem créditos pelas imagens. Todas essas opções são para jogos em 2D, para 3D eu conheço apenas o Turbo Squid, que tem modelos e animações pagos e gratuitos.

Não perca tempo esperando encontrar um artista para começar o projeto, se você é programador comece o quanto antes a escrever código usando imagens temporárias, mas sempre pensando na melhor maneira de substituí-las quando puder. Não se esqueça que pra isso dar certo você deve avisar o artista pra te mandar as imagens do jeito que você precisa!

UPDATE

Sugestão do leitor Francisco Padro, o site Blendswap com modelos 3D gratuitos.

Gostou do post?
Como muitos programadores, aprecio um bom café. Se curtiu este conteúdo, que tal me presentear com um café?
Bruno Cicanci
Escrito por Bruno Cicanci Seguir
Bacharel em Ciência da Computação e pós-graduado em Produção e Programação de Jogos. Atuo profissionalmente com desenvolvimento de jogos desde 2010. Já trabalhei na Glu Mobile, Electronic Arts, 2Mundos, Aquiris, e atualmente na Ubisoft em Londres. Escrevo neste blog desde 2009.