blog,

30 dias na indústria de games

Bruno Cicanci Bruno Cicanci Seguir 12 de Agosto de 2010 · 2 min de leitura
30 dias na indústria de games
Compartilhe

O blog está meio parado por que estou enrolado com o meu TCC da pós-graduação e também por uma grande mudança na minha vida: Há 30 dias atrás deixei de ser um Analista de Sistemas e consegui um emprego como Engenheiro de Software na Glu Mobile, uma empresa que faz jogos e porting de jogos para celulares e smartphones. Depois de 1 ano e meio desde que comecei a estudar desenvolvimento de jogos mais a sério, consegui entrar na indústria de games. Estou trabalhado no departamento de engenharia responsável por porting de jogos para a região da América do Norte.

Até chegar nisso foram muitos livros, aulas da pós-graduação e projetos – tudo relatado aqui neste blog. Agora começou uma nova etapa, onde eu estou aprendendo mais do que nunca sobre desenvolvimento de jogos (na prática) e como uma empresa desta área funciona, sem falar no contato com pessoas do mundo inteiro que possuem muitos interesses em comum. A empresa é incrível, com um ambiente bem característico com o que se espera de uma empresa de games.

Bom, mas você sabe o que é porting de jogos? Basicamente é pegar uma versão de um jogo, desenvolvida por outra equipe, e fazê-la funcionar em outros celulares, criando versões para cada tipo de configuração de celular. Porém isto não é tão fácil quanto parece, e nem tão simples quanto eu imaginava. Entre as tarefas relacionadas ao porting de um jogo estão: analisar e diminuir o consumo de memória e processamento, melhorar o desempenho do jogo, saber identificar problemas rapidamente, entender por que acontece uma coisa no emulador e outra no aparelho, entender código feito por outras pessoas, corrigir bugs (muitas vezes estranhos), entre muitas outras tarefas.

No geral, trabalhar com porting de jogos é bem desafiador. Existem diversas coisas que te obrigam a pensar e agir rápido, e você consegue desenvolver muitas habilidades de programação e engenharia. Após estes 30 dias tenho certeza que está é a indústria em que eu quero trabalhar. Porting não é fácil e eu tenho muito o que aprender, mas agora estou no caminho! Go go go!

Ah, sempre tem alguma vaga aberta na Glu, em diversas áreas como arte, programação e QA. Acesse o site para ver as vagas: http://www.glu.com/jobs

Existem diversas coisas que quero postar aqui, mas está difícil de arrumar tempo para escrever. Vou tentar postar com mais frequência, mesmo que seja algo mais curto e direto, principalmente por que tenho muitas coisas sobre o desenvolvimento do meu TCC para contar aqui.

Gostou do post?
Como muitos programadores, aprecio um bom café. Se curtiu este conteúdo, que tal me presentear com um café?
Bruno Cicanci
Escrito por Bruno Cicanci Seguir
Bacharel em Ciência da Computação e pós-graduado em Produção e Programação de Jogos. Atuo profissionalmente com desenvolvimento de jogos desde 2010. Já trabalhei na Glu Mobile, Electronic Arts, 2Mundos, Aquiris, e atualmente na Ubisoft em Londres. Escrevo neste blog desde 2009.