Eu conheci o jogo indie Minecraft em dezembro de 2010. Na época, seu desenvolvimento tinha passado da fase alpha para a fase beta. Duas coisas me deixaram muito curioso: (1) era um jogo que dependia da criatividade do jogador, lembrava Lego, e também tinha monstros que apareciam a noite e em cavernas que o jogador poderia explorar; e (2) o seu modelo de comercialização, onde o jogo era vendido inacabado durante sua fase de produção.

A Games For Change é uma rede que promove  a pesquisa, criação e aplicação de jogos na sociedade, educação, economia e cultura. Ela está organizando seu primeiro concurso de desenvolvimento de jogos aberto a todos, o Games For Change América Latina 2011, que é divido em três categorias: Playground, Engenho e Brincriação.

Ontem apresentei uma palestra sobre Desenvolvimento de Jogos para Dispositivos Móveis na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), á convite do Grupo de Eletrônica e Computação (GECOM) no Ciclo de Palestras 2011 que apresentou o tema “Computação e Informação, uma nova abordagem”. Fiquei muito feliz e honrado com o convite, e foi uma experiência incrível e única falar sobre a área que eu estudo e trabalho para pessoas interessadas em ouvir o que eu tinha para falar sobre o assunto.

A Crytek, criadora dos jogos da série Crysis e da game engine CryENGINE, disponibilizou uma versão gratuita do seu software de desenvolvimento de jogos para uso não comercial. Assim, a CryENGINE 3 SDK é mais uma ótima opção para quem quer estudar desenvolvimento de jogos para PC utilizando as mesmas ferramentas usadas pelas empresas de games. O download gratuito pode ser feito aqui.

O GMB (Game Music Brasil) é um concurso apresentado pela Oi e dividido em três categorias: Melhor Trilha Sonora, Melhor Banda e Melhor Game Indie. Ainda divulgaram a premiação, mas os participantes já podem se inscrever nestas categorias.

FlatRedBall é um framework gratuito feito em C# e XNA para desenvolvimento de jogos para PC, XBLA (Xbox Live Arcade), Silverlight e Windows Phone 7. Além disso, a FlatRedBall possui um conjunto de softwares chamado Glue, que tem como objetivo abstrair o usuário da programação do framework oferecendo ferramentas visuais.

O e-Games é um concurso de desenvolvimento de jogos organizado pelo SENAC São Paulo com o foco principal em estudantes e desenvolvedores independentes de todo o Brasil. Como os prêmios geralmente são consoles de video game ou jogos, este tipo de concurso é muito mais atraente para estudantes, pois não vale a pena para uma empresa participar. Isso é uma grande vantagem, pois garante que empresas da área, mesmo pequenas, não participem já que o prêmio não é em dinheiro, além da visibilidade ser menor do que um concurso internacional.

Há 11 meses escrevi um post aqui sobre meus primeiros 30 dias trabalhando em uma empresa de games. Hoje faz exatamente 1 ano que comecei a trabalhar com jogos e muita coisa mudou, inclusive a empresa que eu trabalhava. Comecei como Engenheiro de Software na Glu Mobile e hoje tenho o mesmo cargo na Electronic Arts, na divisão EA Mobile. Estou tendo uma oportunidade única de expandir meu conhecimento trabalhando em uma das maiores empresas do mundo, principalmente relacionado a jogos mobile.

Existem muitas revistas sobre games por ai, porém quase nenhuma fala sobre desenvolvimento de jogos. A revista EDGE, que durou pouco tempo no Brasil, ainda tinha algumas matérias interessantes sobre a indústria de games (inclusive no Brasil), mas era bem superficial para uma pequena parte do público que se interessa em ler sobre como grandes jogos são produzidos, qual técnica/software os estúdios usam para o desenvolvimento de um game, por que um jogo faz mais sucesso do que outro, por que um produto foi desenvolvido para determinado público (e se atingiu esse público), entre outras coisas.

Hoje, a animação com Computação Gráfica é algo comum em filmes e games, mas como isso começou? O vídeo abaixo mostra desde as primeiras animações para filmes com stop motion até a impressionante tecnologia utilizada em Avatar. É incrível como a tecnologia utilizada nos filmes evoluiu nos últimos anos.