gamedeveloper

Postmortem: Manual do Skate

Postmortem: Manual do Skate

Depois de alguns postmortems de jogos digitais enviados pelos desenvolvedores, este é o primeiro de um jogo de tabuleiro e mostra algumas diferenças na criação de um jogo analógico.

Este é o segundo postmortem de um jogo desenvolvido pelo Maurílio Eudes Okamoto, que já tinha me enviado o postmortem do seu jogo Sou Sustentável. Confira abaixo o que deu certo e errado na criação deste jogo analógico. No final do texto há o link para download do jogo, é só imprimir e jogar!

1. Descrição do Jogo

É um jogo de tabuleiro, onde você se torna um skatista profissional e é um participante finalista de uma competição de skate. O jogo consiste em uma fase de treinamento rápido, na qual abrange analisar o skatepark e escolher quais manobras você irá usar na competição. Na segunda fase a de competição propriamente dita. Cada jogador tem o seu turno, onde escolhe-se em qual direção irá tomar dentro do skatepark, qual será o local onde o jogador irá usar as manobras e como irá combiná-las.

2. Dificuldades e Problemas

1) Definição do Tema
Esse projeto fez parte de um projeto da faculdade, com isso tínhamos quatro limitações, o projeto deveria ser de tabuleiro/cartas, com o tema esporte, prazos de entrega e o jogo deveria ser útil, tentar passar algo através do jogo para os jogadores.
O maior dificuldade inicial era a utilidade do jogo. Entre idéias e discussões, chegamos a começar fazer um jogo sobre Tiro Esportivo, onde iríamos mostrar as regras, curiosidades e passar que o esporte não é algo ligado a violência apesar de usar armas.
Porém um dos responsáveis pela idéia acabou desistindo do curso e a utilidade do jogo na prática estava ficando meio duvidosa. Decidimos voltar para uma idéia que sugeri no começo, na qual era sobre skate usando cartas. A utilidade ficou definida como ensinar algumas regras, manobras, combinações e uma abstração de uma competição.

2) Equipe
Manual do Skate não foi uma exceção, assim como muitas equipes recém criadas houve também problema com a equipe. A saída de um dos membros da equipe foi o primeiro, ele era um dos que mais ajudava. Um segundo membro não ajudava em nada. E por fim os outros dois tentavam ajudar, porém a qualidade não estava ficando boa.
Com isso no fim tive que fazer toda parte gráfica também, na qual era responsabilidade dos outros membros. Minha parte era inicialmente o Game Design.

3) Prazo e Conseqüências
Com o troca troca de tema, acabamos perdendo muito tempo e o prazo ficou apertado. Com isso acabamos não fazendo muitos testes de mecânica e a versão final ficou com alguns ajustes pendentes.
Um dos ajustes pendentes foi o tamanho do tabuleiro, como o jogo era praticamente só de cartas, decidimos fazer uma caixa pequena, com isso tabuleiro ficou pequeno. É um pouco difícil de ler os escritos dele, porém dava para ter aumentando os escritos sem aumentar o tabuleiro, mas isso acabou ficando de lado para dar prioridade a outros problemas.
E o outro ajuste pendente é que demora um pouco para chegar o próximo turno de cada jogador. Como o jogo é para um total de 5 pessoas e cada um tem que ficar pensando qual lugar vai ir, quais manobras e combinações vai fazer, isso demora um pouco.

4) Outros Problemas
Tempo de jogo, o jogo estava demorando cerca de 2 horas e isso é bastante num jogo voltado a utilidade. Porém conseguimos arrumar isso, descartando metade da mecânica. Ela era inicialmente mostrar toda carreira de um skatista até chegar na primeira competição. No final ficou apenas a competição.
Qualidade da Gráfica, a gráfica que fomos imprimir o jogo para apresentar depois, fez um trabalho bem ruim. Escolhemos ela pois, estávamos sem tempo, a gráfica tinha prazo de entrega rápido e aparentemente não era cara. Porém, as cartas ficaram todas tortas e não só as cartas com o todo resto ficou mal cortado. Com algumas reclamações o resultado ficou mediano, estava “bom” pelo tempo que eles levaram para fazer tudo, menos de um dia.

3. Pontos Positivos

1) Nova Experiência
Desde que comecei a fazer jogos, a cerca de 2 anos, não tinha pensando em fazer jogos de tabuleiro, acabou sendo uma boa experiência. Apesar de ambos serem jogos tabuleiro e eletrônicos, é um pouco diferente na hora de criar, principalmente pelo fato da interação entre jogo e jogadores e também de jogadores com jogadores é diferenciada. Toda parte de testes é um tanto diferente também.
E não menos importante foi o primeiro projeto que fui o Graphic Designer, como eu fiz Ciência da Computação antes, meu cargo nos projetos de jogos era sempre programador.

2) Satisfação Pessoal
Apesar de todos os problemas foi bastante gratificante por causa do feedback positivo que recebemos. Dentre eles, a mecânica bem projetada, apesar de demorar para chegar a vez de cada jogador jogar. Bom aspecto visual, apesar da qualidade de impressão e trabalho da gráfica. E pontualidade com os prazos, mesmo com todos os problemas, fomos o único grupo a apresentar 100% dentro do prazo.

Download do Manual do Skate (imagens e manual de regras para imprimir): http://okamotoprojects.wix.com/site#!manual-do-skate/c101n

Para terminar, muito obrigado ao Bruno Cicanci, pelo espaço e oportunidade de postagem do meu segundo postmortem e o primeiro de um jogo de tabuleiro. E obrigado a todos que leram o/

Maurílio Eudes Okamoto