gamedeveloper

Por que temos que jogar jogos diferentes

Por que temos que jogar jogos diferentes

Isto é algo que já escrevi aqui no blog, mas recentemente percebi que eu não estava fazendo. Ultimamente tenho jogado sempre os mesmos jogos, e isto ficou refletido nos últimos jogos que fiz participando do Ludum Dare.

Desde o ano passado comecei a jogar muitos jogos de tabuleiro novos pra mim, principalmente pelo rápido crescimento deste mercado no Brasil. Há alguns anos existiam poucos jogos e poucas empresas publicando por aqui, mas atualmente temos centenas de jogos disponíveis para todos os gostos, e muito mais está por vir. Por jogar com mais frequência jogos de tabuleiro do que jogos digitais, acabei lendo e pesquisando mais sobre eles, o que fez meu pensamento ficar limitado a mecânicas de jogos analógicos quando precisei criar algo digital.

Dos 5 jogos que fiz nos últimos Ludum Dares, 3 deles são claramente mecânicas de jogos analógicos, e eu não tinha percebido isto até o quinto jogo. Embora eu tenha jogado jogos de tabuleiro diferentes, muitos compartilham as mesmas mecânicas ou temas. No quarto jogo que fiz comecei a perceber que estava faltando algo no game design, mas não era apenas isso, minha visão estava limitada a jogos analógicos. Tentei mudar no último jogo, mas meus recursos de game design foram limitados pelas minhas experiências recentes em jogos de tabuleiro.

É engraçado que até neste outro jogo que estou desenvolvendo e postando aqui, o Final Frontier, minhas referências iniciais também são alguns jogos de tabuleiro. Felizmente percebi que estava com esse pensando de mecânicas analógicas e decidi fazer algumas coisas diferentes para mudar, principalmente voltar a jogar jogos digitais. Mas, como já escrevi neste post, não adianta ficar jogando sempre as mesmas coisas.

Durante este ano inteiro eu joguei apenas 3 jogos diferentes por um tempo considerável: Destiny, Overwatch e No Man’s Sky. Não adianta eu voltar a jogar os mesmos jogos se quero começar a pensar em mecânicas diferentes, por isso listei abaixo o que estou fazendo para mudar isso e voltar a pensar em mecânicas de jogos digitais para jogos digitais. Os itens se resumem a jogar jogos, porém de uma maneira que sejam diferentes e fora da zone de conforto (e sem gastar comprando vários jogos).

  • Jogos gratuitos no Steam - eu recomendo ir na lista de lançamentos populares ao invés de ir na lista de jogos mais populares, assim você tem jogos novos, gratuitos e diferentes para jogar

  • Jogos gratuitos no Game Jolt - este site é ótimo para publicar jogos (aqui estão alguns meus) e também descobrir alguns jogos indie, jogue os destaques da página inicial

  • Humble Bundle - por $1 dólar é possível comprar um bundle de jogos (aproveite para comprar o GameMaker esta semana lá), geralmente com jogos indie

  • Se você assina a PSN Plus ou Xbox Live Gold, todo mês tem alguns jogos grátis para jogar - eu sempre ignorava os jogos da PSN por não ser algo que eu jogaria, mas agora estou baixando e jogando.

  • Por fim, jogos gratuitos no Google Play e App Store - se você já jogou os mais baixados, tente procurar por sugestões ou lançamentos.

Esta lista acima para mais com “onde baixar jogos gratuitos” do que uma lista de estudo, mas tudo depende de como você encara isto. Minha recomendação é jogar algo novo toda semana, ou mesmo todo dia se possível, por pelo menos 1 hora e fazer anotações sobre o jogo: o que é legal, o que não é legal, quais são as mecânicas utilizadas, o que poderia ser diferente. Isto é um ótimo exercício de game design, e vai te ajudar na hora de fazer jogos. Isto é algo que eu fazia com frequência, mas aos poucos fui deixando de lado, e meus últimos jogos no Ludum Dare me mostraram as consequências de jogar sempre as mesmas coisas.

Jogar é muito importante para um desenvolvedor de jogos, assim como um cineasta assiste diversos filmes. Jogos também são uma forma artística de expressão, por isso é essencial sempre conhecer jogos novos (de indies a AAA) e jogá-los para se manter criativo. Espero que eu consiga mostrar estas mudanças no desenvolvimento do Final Frontier e no próximo Ludum Dare em Dezembro.

Imagem da capa: Vector Flat Game Illustration do Shutterstock.