gamedeveloper

Como ser um programador de jogos: Pré-requisitos

Como ser um programador de jogos: Pré-requisitos

Essa é uma dúvida bem comum que vejo nos comentários do blog, e até recebo por email, então resolvi escrever esse post sobre o assunto. A minha ideia inicial era fazer apenas um texto falando sobre isso, mas durante o texto percebi que seria legal criar um mini guia com os passos para se tornar um programador de jogos.

Tenha em mente que este guia foi criado baseado na minha experiência com desenvolvimento de jogos, nos conhecimentos adquiridos na minha pós-graduação em games, nas empresas que trabalhei (Glu Mobile e Electronic Arts), e também em livros e sites sobre o assunto, além de conversas com profissionais da área. Apesar de ser um post focado para programadores, ele é útil também para artistas e game designers.

Pré-requisitos

Inglês. É muito importante você ter uma boa lógica de programação, conhecer a linguagem que está usando, aprender mais sobre o hardware que vai rodar o seu jogo, saber usar bem a engine ou framework escolhido, entre outras coisas. Mas tudo isso, tudo isso mesmo, depende de você saber pelo menos ler inglês.

Praticamente não existem livros sobre programação de jogos em português, e os que existem já estão desatualizados por serem antigos. A melhor maneira de aprender hoje é através da internet (fóruns, blogs, sites, tutoriais, vídeos) e livros em inglês.

Se você realmente quer trabalhar com jogos, vai precisar conversar em inglês. Eu vi isso no meu dia-a-dia, respondendo emails e fazendo reuniões com pessoas em outras partes do mundo por telefone ou skype. É realmente necessário saber ler, escrever e falar. Você não precisa ser fluente, mas fazer um curso de inglês por aqui, além de ler, ouvir e assistir coisas em inglês, ajuda muito.

Meu inglês não é dos melhores, eu aprendi jogando, ouvindo música, estudando na faculdade, e também fiz um curso de inglês. Isso ajudou demais na hora em que precisei conversar com as pessoas de fora. É claro que nas primeiras vezes eu travei muito, mas com o tempo e prática você ganha mais confiança em falar.

Outro item importante é jogar com olhar crítico. Não para falar quem um jogo é ruim ou bom, mas para saber analisar como aquele jogo foi feito. Um bom exercício é pegar um jogo e pensar em como você faria a lógica da sua jogabilidade, sem se importar com código, apenas pense e tente entender como o programador do jogo fez aquilo funcionar. Tente também sair da zona de conforto e jogar jogos que você normalmente não jogaria, isso também ajuda aprender a programar jogos.