Tag Archives: glu

O dia em que vi uma pessoa jogando um jogo que fiz na Electronic Arts

FIFA 12

Hoje aconteceu algo que até então eu não tinha presenciado: vi uma pessoa no metro jogando um jogo que programei quando trabalhei na Electronic Arts, o FIFA 12 para Android. Isso foi tão diferente que tive vontade de compartilhar aqui esta experiência.

Como ser um programador de jogos: Pré-requisitos

Como ser um programador de jogos

Essa é uma dúvida bem comum que vejo nos comentários do blog, e até recebo por email, então resolvi escrever esse post sobre o assunto. A minha ideia inicial era fazer apenas um texto falando sobre isso, mas durante o texto percebi que seria legal criar um mini guia com os passos para se tornar um programador de jogos.

Electronic Arts fecha estúdio de São Paulo

Electronic Arts Brasil

Pouca gente sabe, mas a Electronic Arts tinha um estúdio de desenvolvimento de jogos aqui no Brasil até hoje, em São Paulo, no qual trabalhei por 2 anos. Esse estúdio, que começou com projetos de porting J2ME, chegou a participar de desenvolvimento de jogos para Android em conjunto com o estúdio da Electronic Arts de Montreal.

1 ano na indústria de games

Há 11 meses escrevi um post aqui sobre meus primeiros 30 dias trabalhando em uma empresa de games. Hoje faz exatamente 1 ano que comecei a trabalhar com jogos e muita coisa mudou, inclusive a empresa que eu trabalhava. Comecei como Engenheiro de Software na Glu Mobile e hoje tenho o mesmo cargo na Electronic Arts, na divisão EA Mobile. Estou tendo uma oportunidade única de expandir meu conhecimento trabalhando em uma das maiores empresas do mundo, principalmente relacionado a jogos mobile.

30 dias na indústria de games

O blog está meio parado por que estou enrolado com o meu TCC da pós-graduação e também por uma grande mudança na minha vida: Há 30 dias atrás deixei de ser um Analista de Sistemas e consegui um emprego como Engenheiro de Software na Glu Mobile, uma empresa que faz jogos e porting de jogos para celulares e smartphones. Depois de 1 ano e meio desde que comecei a estudar desenvolvimento de jogos mais a sério, consegui entrar na indústria de games. Estou trabalhado no departamento de engenharia responsável por porting de jogos para a região da América do Norte.